cana-de-acucar
Gestão Agrícola Mercado Agrícola Produção Rural

O que é o ATR da cana e como a Gestão Agrícola pode melhorá-lo?

Nos últimos meses temos observado uma constante variação no mercado sucroalcooleiro, com perspectivas de queda nos preços do ATR da cana-de-açúcar. 

Essa projeção vem causando muitas preocupações para produtores de cana em todo o Brasil, que precisam se planejar e estar sempre preparados a cada colheita.

Mas para entendermos a razão dessas quedas, precisamos entender melhor o que é ATR e como ele é formado.

Além disso, aprenderemos quais são os fatores ligados a esse cálculo e que exercem influência no aumento da produtividade e no lucro (ou prejuízo) dos produtores de cana.

Deixe seu e-mail e receba GRATUITAMENTE conteúdos e ofertas exclusivas!


O que é o ATR?

O ATR (Açúcar Total Recuperável) da cana representa a qualidade da cana-de-açúcar e a sua capacidade de ser convertida em açúcar ou álcool por meio dos coeficientes de transformação de cada unidade produtiva.

Assim, através de parâmetros técnicos são definidas as conversões: 

  • Um quilo de açúcar equivale a 1,0495 quilos de ATR; 
  • Um litro de álcool anidro equivale a 1,8169 quilos de ATR; e 
  • Um litro de álcool hidratado equivale a 1,7409 quilos de ATR. 

Desta forma, as quantidades comercializadas de cada produto podem ser convertidas em quilos de ATR. 

Já o valor dele é um cálculo do valor médio da cana-de-açúcar, que é feito a partir dos preços de venda do açúcar e do etanol.

Cálculo do ATR: Sempre atrelado ao preço dos produtos finais

É importante ressaltar que o cálculo do ATR está atrelado ao preço dos produtos finais derivados da produção de cana, que são o açúcar e o álcool. 

Ou seja, quando esses preços oscilam, o preço do ATR também tende a sofrer alterações.

Em épocas em que há excesso de oferta, o preço cai. Isso geralmente ocorre no meio da safra, onde é normal que os preços desses produtos sejam menores devido ao alto nível de estoque.

Portanto, nesses períodos de meio de safra, o ATR muda. No entanto, na entressafra a tendência é que ocorra o contrário.

Diante disso fica a pergunta: 

Será que é possível melhorar o ATR durante a produção para ganhar mais dinheiro? 

A resposta é SIM

Como posso lucrar mais melhorando o ATR?

Como já dito, o ATR representa a qualidade da cana e a sua capacidade de ser convertida em açúcar ou álcool. 

Por isso, se o produtor melhora a qualidade da cana, consequentemente pode melhorar o seu ATR, valorizando o produto.  

Vejamos um exemplo: 

Para efetuar o pagamento aos fornecedores uma usina precisa avaliar a cana antes de distribuir para a indústria.

O objetivo é verificar a qualidade da cana e, a partir disso, determinar o pagamento a partir do ATR da cana amostrada. 

O que devo mudar na minha fazenda para isso? 

Os produtores de cana, antes de proceder com a venda, devem focar em produzir uma cana com a melhor qualidade possível.

Para isso, devem planejar e controlar todos os processos a partir de uma Gestão Agrícola eficiente, que permita desenhar melhor a estratégia para a colheita e possibilitando maior rentabilidade por tonelada produzida. 

Uma boa alternativa que pode ajudar muito nesse planejamento e controle é a adoção de um Software de Gestão Agrícola.

Esse tipo de ferramenta permite o gerenciamento completo de toda a atividade canavieira, desde a mão-de-obra, gestão de insumos, maquinários, funcionários e, finalmente, o próprio cálculo de ART.

Essa mudança realmente vale a pena?

Muitos produtores já sentem diferença imediata com a melhoria da gestão agrícola dentro da fazenda. 

O motivo disso é que com a organização da rotina rural, o produtor consegue obter dados e informações mais precisas, principalmente no que diz respeito a custos.

Deixe seu e-mail e receba GRATUITAMENTE conteúdos e ofertas exclusivas!

Assim, a partir da análise desses dados coletados diariamente pelo software, é possível gerenciar melhor cada atividade, tendo uma visão global da produção.

Isso possibilita a correção de gargalos que vão sendo identificados, aumentando cada vez mais o ATR e, portanto, a rentabilidade da propriedade.

Como você faz a Gestão Agrícola para melhorar o ATR da cana que produz? Conte para gente a sua experiência nos comentários!

Você também pode gostar...