competitividade-agricola
Gestão Agrícola

Competitividade Agrícola: Como Avaliar a Sua Propriedade?

A propriedade agrícola está inserida em um sistema amplo e complexo constituído por vários agentes com características distintas que devem ser analisadas.

Desde os recursos, as competências e as especialidades da fazenda para identificar os pontos fortes e as oportunidades, até os pontos de melhoria e as ameaças do negócio.

A análise “dentro da porteira” deve ser completa, abrangente e contribuir fortemente para o processo de planejamento estratégico do empreendimento rural. 

Além disso, a análise precisa ajudar na identificação das atividades realizadas na propriedade e que podem criar vantagens competitivas sustentáveis ao negócio.

Mas como começar?

A observação interna consiste em um estudo em que se procura avaliar o histórico, a cultura, know-how e as características do empreendimento. 

Além da estrutura de governança, é necessário analisar também os ativos envolvidos na ação, a quantidade e a qualidade dos recursos existentes.

A partir da pesquisa e da capacidade para combinação destes fatores, o produtor agrícola consegue identificar suas forças e fraquezas (ou pontos de melhoria).

Identificando pontos de melhoria

A descoberta de pontos fracos ou de melhorias permite ao gestor agrícola o desenvolvimento de planos de ação para melhoria desses pontos na próxima safra.

Exemplos de pontos de melhoria incluem:
– Situação financeira
– Problemas internos de funcionamento
– Baixo rendimento das atividades
– Tecnologia obsoleta
– Falta de infraestrutura (equipamentos e instalações)

 Fraquezas essas, que, enquanto o produtor não tiver uma visão ampla e estratégica de tudo que ocorre na fazenda, podem passar despercebidas.

Estes pontos de melhoria podem ser apontados com a tecnologia de gestão por meio de plataformas como a eAgro, que reúne todas informações da sua fazenda em um painel com diversos relatórios que ajudam no diagnóstico da fazenda.

Identificando pontos fortes

Uma análise interna do empreendimento agrícola colabora com a identificação das ações feitas na fazenda que podem criar vantagens competitivas sustentáveis para o negócio. 

Para atingir a meta, é necessário identificar as ações em que a propriedade agrícola se destaca, não apenas as que faz igualmente, mas sim ações que as diferenciam dos demais.

Um bom entendimento da análise interna ou de “dentro da porteira” facilita o processo de decisão para o direcionamento do empreendimento. 

Para isso, não só processos, como estrutura organizacional e operações, devem ser analisadas periodicamente. 

É algo contínuo, que deve ser reavaliado e atualizado pelo menos a cada dois anos.

Entender e analisar tudo que envolve sua produção agrícola atualmente é item necessário para garantir um bom desempenho frente a concorrência.

E você, costuma fazer análises periódicas da sua fazenda? Conte para nós nos comentários!

Você também pode gostar...